Blog

 

 

Fertilizantes puxaram a fila e Porto de Paranaguá registra novo recorde mensal

 

A Copadubo está atenta com a evolução do mercado internacional de fertilizantes e tudo mais que passa pelo Porto de Paranaguá – e por isso comemora o bom resultado divulgado recentemente pelo Governo do Estado do Paraná.  Na importação, que somou 1,6 milhões de toneladas, o destaque de maio foi o adubo. Paranaguá, que é a principal porta de entrada de fertilizantes no País, registrou 878.442 toneladas. Um bom sinal de que estamos retomando nossos bons resultados.

Acontece que o Porto de Paranaguá voltou a registrar movimentação recorde em maio. Com 5,7 milhões de toneladas, o volume de importações e exportações foi 44% maior que o contabilizado no mesmo mês de 2019 (3,9 milhões). O porto paranaense já alcançou três meses seguidos de desempenho superior às marcas históricas anteriores.

Mesmo com a pandemia da Covid-19, a atividade portuária segue em alta, impulsionada pelo câmbio e pela demanda internacional. “O dólar alto favoreceu as vendas de grãos, principalmente de soja. Além disso, o tempo seco garantiu o embarque, que foi mantido graças às medidas de prevenção adotadas mesmo antes do início da crise”, explica Luiz Fernando Garcia, diretor-presidente da empresa Portos do Paraná.

As exportações representaram 70% da movimentação de maio, chegando a 4 milhões de toneladas no mês. A soja, em grão e farelo, foi o principal produto embarcado: 2,7 milhões de toneladas.

CAMINHÕES – O fluxo de caminhões que chegam para descarregar soja, em grão e farelo, no Porto de Paranaguá começa a reduzir, mas ainda é grande. Em maio, foram 50.293 caminhões recebidos no Pátio de Triagem – 8,2 mil menos que em abril.

O modal representa, atualmente, cerca de 77% do transporte dos grãos de exportações. De janeiro a maio, foram 236.986 caminhões recebidos.

ANO – Em 2020, de janeiro a maio, os Portos do Paraná movimentaram quase 23,8 milhões de toneladas de cargas. O volume acumulado este ano é 21% maior que as 19,7 milhões de toneladas registradas no mesmo período de 2019.

Neste ano, quase 67% do total movimentado foi de granéis sólidos – cerca de 15,88 milhões de toneladas. O segmento cresceu 27%, na comparação com os cinco primeiros meses do ano passado, quando houve movimentação de 12,5 milhões de toneladas.

O embarque e desembarque de carga geral também cresceu em 2020 – 4,8 milhões de toneladas, somando exportação e importação. O volume é 10% maior que o do mesmo período de 2019 (4,4 milhões).

A movimentação de granéis líquidos subiu 9%, com 3 milhões de toneladas entre janeiro a maio deste ano, contra 2,8 milhões nos mesmos meses do ano anterior.

SALDO – No total movimentado em 2020, as exportações superam as importações em mais de 7 milhões de toneladas. Das movimentações, 65% (15,4 milhões de toneladas) saíram dos portos paranaenses com destino aos mercados internacionais. Já os produtos importados somaram 35% das operações (8,3 milhões de toneladas).

Confira a tabela com os principais dados do período.

Siga a COPADUBO no Facebook e no Instagram agora mesmo para ficar por dentro de tudo!

Comentários Facebook