Blog

 

 

Fertilizantes estão em alta para safra de café 2020/21

 

A Copadubo está sempre atenta à movimentação do mercado de fertilizantes, como as recentes vendas de fertilizantes para a safra brasileira de café 2020/21 que bateu a marca de US$ 966 milhões. A cifra, divulgada pela consultoria Spark Inteligência Estratégica, mostra que o volume de adubo encomendado por cafeicultores ficou na casa de 4,3 milhões de toneladas, o que justifica o alto valor investido.

100% dos produtores adquiriram o produto com investimento médio de US$ 473 por hectare nos principais estados produtores – Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Bahia, Rondônia e Paraná.

Esta foi a primeira edição do estudo de nutrição para a cultura e abrange os segmentos de corretivos, adubação NPK (com base em nitrogenados, fosfatados e potássicos) em solo e fertirrigação e aplicações foliares, que envolve macronutrientes, micronutrientes e bioestimulantes.

O principal produto comercializado foi o complexo NPK, com 2,9 milhões de toneladas e investimento de US$ 888 milhões, representando 92% do total de produtos para a produção do grão de café.

Se analisarmos os corretivos e condicionadores de solo, o café consumiu 1,3 milhão de toneladas com incríveis US$ 21 milhões enquanto no ramo de fertilizantes foliares, a aquisição girou em torno de 12,5 mil toneladas por US$ 57 milhões.

Vale destacar que, dentre os adubos mais adotados nas lavouras de café:
– 99% dos cafeicultores disseram aplicar NPK.
– 66% dos produtores usaram fertilizantes foliares e
– 39% investiram em corretivos e condicionadores de solo.

Siga a Copadubo para saber mais novidades do mercado de fertilizantes e tenha bons negócios!

Comentários Facebook